sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

MANASSÉS: DO INFERNO AOS PORTAIS ETERNOS DO CÉU



1  Tinha Manassés doze anos de idade quando começou a reinar e cinqüenta e cinco anos reinou em Jerusalém.
2  Fez o que era mau perante o SENHOR, segundo as abominações dos gentios que o SENHOR expulsara de suas possessões, de diante dos filhos de Israel.
3  Pois tornou a edificar os altos que Ezequias, seu pai, havia derribado, levantou altares aos baalins, e fez postes-ídolos, e se prostrou diante de todo o exército dos céus, e o serviu.
4  Edificou altares na Casa do SENHOR, da qual o SENHOR tinha dito: Em Jerusalém, porei o meu nome para sempre.
5  Também edificou altares a todo o exército dos céus nos dois átrios da Casa do SENHOR,
6  queimou seus filhos como oferta no vale do filho de Hinom, adivinhava pelas nuvens, era agoureiro, praticava feitiçarias, tratava com necromantes e feiticeiros e prosseguiu em fazer o que era mau perante o SENHOR, para o provocar à ira.
7  Também pôs a imagem de escultura do ídolo que tinha feito na Casa de Deus, de que Deus dissera a Davi e a Salomão, seu filho: Nesta casa e em Jerusalém, que escolhi de todas as tribos de Israel, porei o meu nome para sempre
8  e não removerei mais o pé de Israel da terra que destinei a seus pais, contanto que tenham cuidado de fazer tudo o que lhes tenho mandado, toda a lei, os estatutos e os juízos dados por intermédio de Moisés.
9  Manassés fez errar a Judá e os moradores de Jerusalém, de maneira que fizeram pior do que as nações que o SENHOR tinha destruído de diante dos filhos de Israel.
10  Falou o SENHOR a Manassés e ao seu povo, porém não lhe deram ouvidos.
11  Pelo que o SENHOR trouxe sobre eles os príncipes do exército do rei da Assíria, os quais prenderam Manassés com ganchos, amarraram-no com cadeias e o levaram à Babilônia.
12  Ele, angustiado, suplicou deveras ao SENHOR, seu Deus, e muito se humilhou perante o Deus de seus pais;
13  fez-lhe oração, e Deus se tornou favorável para com ele, atendeu-lhe a súplica e o fez voltar para Jerusalém, ao seu reino; então, reconheceu Manassés que o SENHOR era Deus.
14  Depois disto, edificou o muro de fora da Cidade de Davi, ao ocidente de Giom, no vale, e à entrada da Porta do Peixe, abrangendo Ofel, e o levantou mui alto; também pôs chefes militares em todas as cidades fortificadas de Judá.
15  Tirou da Casa do SENHOR os deuses estranhos e o ídolo, como também todos os altares que edificara no monte da Casa do SENHOR e em Jerusalém, e os lançou fora da cidade.
16  Restaurou o altar do SENHOR, sacrificou sobre ele ofertas pacíficas e de ações de graças e ordenou a Judá que servisse ao SENHOR, Deus de Israel.
17  Contudo, o povo ainda sacrificava nos altos, mas somente ao SENHOR, seu Deus.
18  Quanto aos mais atos de Manassés, e à sua oração ao seu Deus, e às palavras dos videntes que lhe falaram no nome do SENHOR, Deus de Israel, eis que estão escritos na História dos Reis de Israel.
19  A sua oração e como Deus se tornou favorável para com ele, todo o seu pecado, a sua transgressão e os lugares onde edificou altos e colocou postes-ídolos e imagens de escultura, antes que se humilhasse, eis que tudo está na História dos Videntes (2 Cr 33.1-19).

Introdução

A história do Rei Manassés nos mostra a longanimidade de Deus, a grandeza de seu amor, a sua terna compaixão e a severidade de sua correção. Esta história nos mostra que Deus jamais desiste de uma ovelha desgarrada de seu rebanho. Mostra-nos que por mais profundo que seja o abismo em que estejamos caído ainda há esperança.
As dificuldades e as decepções que passamos geram circunstâncias adversas em nossa vida e trazem sentimentos adversos ao nosso coração, como dúvidas, incertezas, desânimo e um forte desejo de desistir.
Não sei como está a tua vida neste momento. Talvez, você esteja passando por uma dificuldade tal e tenha tido tamanha decepção que esteja pensando que acabou a vida e a razão de viver, porque não tem mais jeito, não tem mais solução. Talvez você até esteja de malas prontas, preparado para a saída, preparado para desistir porque não existe mais nenhuma perspectiva.
Talvez, você esteja passando por um momento de afastamento de Deus, de abandono da fé, da comunhão e da igreja. Talvez tenha desistido ou encontra dificuldade de prosseguir devido ter falhado, ter pisado na bola.
Talvez esteja em conflito interior, porque parece que quanto mais você quer fazer a vontade de Deus mais erra o alvo, quanto mais quer andar limpinho, mais se suja, quanto mais luta para ter pensamentos puros mais pensamentos negros te rodeia.
Talvez tenha desistido do seu casamento, de sua família, de seu trabalho. Talvez tenha desistido de lutar pelos seus sonhos, pois tem encontrado somente portas fechadas.
Este estudo vai te mostrar que ainda há esperança, vai te mostrar o caminho da volta, vai te mostrar que vale a pena perseverar e vai te incentivar a manter os olhos voltados para cima.
Quando olhamos para as páginas da Bíblia, para a história do rei Manassés, um homem que poderíamos chamar de caso perdido, sem conserto, sem solução, podemos ver claramente como que Deus não desiste de uma ovelha sua. Portanto, por pior que tenha sido a nossa queda, por maior e desonroso que tenha sido o nosso pisar na bola, Deus não desiste de nós. Deus não desiste de nos amar.

1 – AS ABOMINAÇÕES DE MANASSÉS

Manassés começou a reinar com doze anos, e reinou durante cinquenta e cinco anos em Judá. A trajetória de vida deste homem foi marcada por coisas que aborreciam a Deus, que causavam a ira do Senhor. Preste atenção no currículo deste homem, no seu caráter, nas inspirações dele e no desastre que foi a sua vida e o seu reinado: Ele fez tudo o que era abominável diante do Senhor. Ele tornou a edificar os altares que seu pai havia destruído. Ele ofereceu seus filhos em sacrifícios. Ele praticou feitiçaria e consultou médiuns. Ele fez um ídolo e colocou no templo. Ele fez o povo se desviar dos caminhos do Senhor. E ele endureceu o seu coração não dando ouvidos à voz de Deus. Veja os pecados deste homem:

A – A desobediência

2  Fez o que era mau perante o SENHOR, segundo as abominações dos gentios que o SENHOR expulsara de suas possessões, de diante dos filhos de Israel.

Manassés não quis saber de obedecer a Deus e seguir os seus estatutos como o fez seu pai Ezequias, antes preferiu calcar o caminho da desobediência, da rebeldia, fazendo coisas erradas e tendo atitudes que desonrava a Deus. Em nada ele se distinguia dos homens que viviam naquela terra e que, por causa de seus maus caminhos, foram expulsos por Deus através do povo de Israel.

B – A idolatria

3  Pois tornou a edificar os altos que Ezequias, seu pai, havia derribado, levantou altares aos baalins, e fez postes-ídolos, e se prostrou diante de todo o exército dos céus, e o serviu.

O rei Ezequias havia terminado com a idolatria em Judá. Manassés tinha tão somente que permanecer nos caminhos de seu pai para ter um reinado abençoado por Deus, mas este homem preferiu trazer de volta tudo que seu pai havia destruído. Este homem se prostrou diante de ídolos e se recusou a adorar ao Senhor Deus de seus pais.

C – A profanação

4  Edificou altares na Casa do SENHOR, da qual o SENHOR tinha dito: Em Jerusalém, porei o meu nome para sempre.
5  Também edificou altares a todo o exército dos céus nos dois átrios da Casa do SENHOR,
7  Também pôs a imagem de escultura do ídolo que tinha feito na Casa de Deus, de que Deus dissera a Davi e a Salomão, seu filho: Nesta casa e em Jerusalém, que escolhi de todas as tribos de Israel, porei o meu nome para sempre

A ousadia deste homem não teve limites. Ele nem ao menos honrou o Templo, lugar da habitação de Deus entre o povo. Faltou temor de Deus no coração deste homem. Além dele se prostrar diante de ídolos, se recusando a se submeter à Soberania de Deus, ainda coloca estes ídolos dentro da casa de Deus.

D – A feitiçaria

6  queimou seus filhos como oferta no vale do filho de Hinom, adivinhava pelas nuvens, era agoureiro, praticava feitiçarias, tratava com necromantes e feiticeiros e prosseguiu em fazer o que era mau perante o SENHOR, para o provocar à ira.

Ele ofereceu seus próprios filhos em sacrifício aos seus deuses. Os degraus de degeneração deste homem desciam em abismo profundo. Este homem era um feiticeiro, coisa que Deus abominava e havia proibido em Israel. Manassés era desobediente e a Bíblia diz que um abismo chama outro abismo, ou seja, o pecado gera mais pecado.

E – Induziu o povo ao erro

9  Manassés fez errar a Judá e os moradores de Jerusalém, de maneira que fizeram pior do que as nações que o SENHOR tinha destruído de diante dos filhos de Israel.

Judá se desviou dos caminhos de Deus, consequência de um rei indelinquente. Seu pai havia colocado o povo de volta aos caminhos de Deus, mas Manassés conduz o povo de volta ao pecado da idolatria.

F – A dureza de coração

10  Falou o SENHOR a Manassés e ao seu povo, porém não lhe deram ouvidos.

Deus não desistiu de chamar a atenção deste homem e do seu povo, enviando profetas para lhes dizerem de seus erros e para lhes mostrarem o caminho de volta, mas eles preferiram não ouvir a voz de Deus.
Manassés é a figura, o tipo perfeito daqueles que não estão nem aí para o que Deus pensa e diz. Quantos de nós que de alguma forma terminamos fazendo coisas semelhantes as que fizeram Manassés, porque não somos melhores do que ele em nada, pois somos feitos da mesma massa, ou seja, de barro!

2 – A RESPOSTA DE DEUS À DESOBEDIÊNCIA DE MANASSÉS

Deus não poderia permanecer calado diante de tantas abominações. Por amor, Ele corrige o seu povo e àquele responsável pela rebeldia do povo. Deus faz exatamente aquilo que Ele disse que faria nos casos de desobediência.

A – Deus levanta inimigos contra Judá

11  Pelo que o SENHOR trouxe sobre eles os príncipes do exército do rei da Assíria...

Deus havia dito para o povo de Israel antes de entrarem na terra prometida:

14 Não te desviarás de todas as palavras que hoje te ordeno, nem para a direita nem para a esquerda, seguindo outros deuses, para os servires.
15 Será, porém, que, se não deres ouvidos à voz do SENHOR, teu Deus, não cuidando em cumprir todos os seus mandamentos e os seus estatutos que, hoje, te ordeno, então, virão todas estas maldições sobre ti e te alcançarão:
49 O SENHOR levantará contra ti uma nação de longe, da extremidade da terra virá, como o vôo impetuoso da águia, nação cuja língua não entenderás (Dt 28.14, 15, 49).

Salomão não enfrentou guerra e nem resistência de seus inimigos enquanto foi obediente a Deus, mas quando desobedeceu, Deus levantou contra ele adversários:

9  Pelo que o SENHOR se indignou contra Salomão, pois desviara o seu coração do SENHOR, Deus de Israel, que duas vezes lhe aparecera.
10  E acerca disso lhe tinha ordenado que não seguisse a outros deuses. Ele, porém, não guardou o que o SENHOR lhe ordenara.
14  Levantou o SENHOR contra Salomão um adversário, Hadade, o edomita; este era da linhagem real de Edom.
23  Também Deus levantou a Salomão outro adversário, Rezom, filho de Eliada, que havia fugido de seu senhor Hadadezer, rei de Zobá.
25  Este foi adversário de Israel por todos os dias de Salomão, fez-lhe mal como Hadade, detestava a Israel e reinava sobre a Síria (1 Rs 11.9-10,14,23,25).

B- Deus entrega a Manassés nas mãos de seus inimigos

11  ... os quais prenderam Manassés com ganchos, amarraram-no com cadeias e o levaram à Babilônia.

Entre as maldições que se acometeriam contra o povo pela desobediência está ainda:

25 O SENHOR te fará cair diante dos teus inimigos; por um caminho, sairás contra eles, e, por sete caminhos, fugirás diante deles, e serás motivo de horror para todos os reinos da terra.
23 Os teus céus sobre a tua cabeça serão de bronze; e a terra debaixo de ti será de ferro (Dt 28.23, 25).

Manassés provocou a ira de Deus o quanto pôde! Deus ficou tão irado com ele que o entregou nas mãos de seus inimigos. Eles colocaram um gancho no nariz dele, colocaram algemas de bronze em suas mãos, e o arrastaram até a Babilônia.

3 – O ARREPENDIMENTO DE MANASSÉS

Manassés em meio ao seu desespero existencial reconhece que a salvação só estava em Deus, mas o que fazer se ele tinha pisado feio, se ele tinha vacilado, se ele tinha dado de ombros para Deus? Ele fez aquilo que mais toca o coração de Deus: arrependimento. Ele se arrependeu! Ele reconheceu que fez tudo errado e começa a trilhar o caminho de volta para Deus.

A – Ele suplicou ao Senhor

12  Ele, angustiado, suplicou deveras ao SENHOR, seu Deus ...

Este é o primeiro passo de quem realmente quer acertar a sua vida: buscar ao único que pode consertar todas as coisas, ao único que pode refazer tudo novamente.

B – Ele se humilhou perante o Senhor

12  Ele ... muito se humilhou perante o Deus de seus pais;

Segundo passo importante: esvaziar-se diante de Deus. Não chegar diante de Deus com orgulho, com soberba, com altivez, mas humilhar-se diante dele.

C – Ele reconheceu a Soberania Deus

13  ...  então, reconheceu Manassés que o SENHOR era Deus.

Arrependimento é reconhecer que estava indo na direção errada. Arrependimento é reconhecer que está indo contra o que Deus estipulou. É reconhecer que estava indo na contra mão da via expressa de Deus. Manassés reconhece isso e se volta para Deus.
Na sua angústia e total desespero, numa terra que não era a sua, com uma consciência pesada, com imensos sentimentos de culpa, humanamente e psicologicamente destruído, Manassés reconhece que o Senhor é Deus e que brincar com Ele é brincar com fogo, uma hora se queima!
Deus corrige a todo filho que ama. Quando aceitamos a correção de Deus o fruto que brota no coração é o arrependimento, mas quando recusamos a correção de Deus, nasce em nós uma grande revolta.

4 – A RESTAURAÇÃO DE MANASSÉS

13  fez-lhe oração, e Deus se tornou favorável para com ele, atendeu-lhe a súplica e o fez voltar para Jerusalém, ao seu reino ...

Deus ao ver que Manassés se arrependeu e que se humilhou, mudou de idéia com relação a ele, e o livrou de seus inimigos e o fez voltar para a sua terra, e devolveu-lhe o reino. Em resposta, Manassés mudou de vida.

14  Depois disto, edificou o muro de fora da Cidade de Davi, ao ocidente de Giom, no vale, e à entrada da Porta do Peixe, abrangendo Ofel, e o levantou mui alto; também pôs chefes militares em todas as cidades fortificadas de Judá.
15  Tirou da Casa do SENHOR os deuses estranhos e o ídolo, como também todos os altares que edificara no monte da Casa do SENHOR e em Jerusalém, e os lançou fora da cidade.
16  Restaurou o altar do SENHOR, sacrificou sobre ele ofertas pacíficas e de ações de graças e ordenou a Judá que servisse ao SENHOR, Deus de Israel.

5 – APLICAÇÕES PRÁTICAS PARA NOSSA VIDA

Se você caiu faça como Manassés, suplica ao Senhor e peça perdão. Levante-se e siga em frente consciente de que Deus lhe ama e com amor incondicional.

18  Quem, ó Deus, é semelhante a ti, que perdoas a iniqüidade e te esqueces da transgressão do restante da tua herança? O SENHOR não retém a sua ira para sempre, porque tem prazer na misericórdia.
19  Tornará a ter compaixão de nós; pisará aos pés as nossas iniqüidades e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar (Mq 7.18-19).

Em nossa caminhada, muitas vezes as quedas fazem parte de uma vida em busca da santidade. Deus nunca desprezará um coração sincero. Se você caiu, independente de onde foi, do que foi e em que área foi, Deus sabe que você precisa de sua misericórdia.

A – Deus nunca desiste de você

Deus não desiste de nós. Ele está disposto a começar o processo todo outra vez. O vaso caiu da mão do oleiro, mas ele o pegou e começou o processo novamente. Assim acontece conosco. O Grande Oleiro não desiste de nós, Ele restaura e começa tudo novamente.
Quando Deus criou o homem, Ele sabia que Adão e Eva poderiam cair em tentação e encher o mundo de malefícios. E foi o que realmente aconteceu quando eles pecaram, mas Deus não deixou de amá-los, pois Ele matou o primeiro animal para cobrir a nudez deles e dar um jeito em suas vergonhas. Esse é um ato de amor, um ato de um Deus que ama seus filhos, mesmo quando estes são infiéis a Ele.
Assim como Deus não desistiu de Manassés, não desistiu de Pedro quando negou a Jesus por três vezes, não desistiu dos discípulos quando, amedrontados, fugiram e voltaram as suas vidas normais, Ele não desiste de você, por mais que você queira se convencer de que não há jeito.
Você se sente imprestável, incorrigível, impuro, carnal, a pior das criaturas? Saiba que esta é a mais pura verdade! Mas mesmo assim Deus não desiste de você!
Ainda que seu esposo ou sua esposa o tenha feito, Deus não desiste de você. Ainda que seus pais tenham desistido de você, Deus não desiste de você. Ainda que aqueles em quem você mais esperava que não o fizessem, e o fizeram, Deus não desiste de você.
Deus continua sempre apostando em nós, apesar de já termos tentado desistir inúmeras vezes. Ele nos diz: “Não desista! Eu ainda não acabei”. E quando penso que Deus não desiste de mim, encontro forças para viver, para lutar, para seguir em frente, e para voltar a sonhar. Quando penso que Deus não desiste de mim eu passo a vislumbrar um final feliz para a minha história.

B – Não importa qual seja o seu pecado, Deus te oferece o perdão pelo arrependimento

Davi, o rei de Israel, também vacilou, também errou. Ele que tinha uma vida abençoada, de repente pisou na bola e entrou em uma trama de pecado. Adulterou, tramou e levou a cabo a morte de um de seus soldados. Davi mentiu para salvar a pele. Davi fez coisas que talvez ninguém mais desse crédito a ele. Mas ele se arrependeu, reconheceu que com Deus estava o perdão, percebeu que os seus pecados não poderiam ser maiores do que o perdão e a misericórdia de Deus. Ele sentiu que Deus não desistia dele e voltou-se para Deus, foi perdoado, teve outra oportunidade e teve a sua vida mudada.
Quando caímos a primeira coisa que acontece é um levante do inferno para nos acusar. O inimigo começa a falar coisas em nosso ouvido para baixar nossa auto estima, mentiras como: Deus não me ama mais, Deus não me ouve mais, Deus já desistiu de mim. São todas afirmações mentirosas. Deus é amor e tudo que Ele quer saber é se você esta disposto a confessar para Ele o que você fez e como se sente por causa disso. A Bíblia diz:

9 Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça (1 Jo 1.9).

Confesse a Deus o que você fez e no que você pecou. Ele vai te perdoar porque Ele te ama. Arrependa-se, ou seja, não queira mais fazer isso. Arrependimento não é chorar somente. Arrependimento é dizer a Deus com todo seu coração, de modo verdadeiro e decidido que não quer mais e não vai mais pecar nesta área em sua vida, que não vai mais cometer este tipo de pecado. Se você tomar esta decisão, com certeza Deus te perdoará, te abençoará e te fará ainda mais forte. Deus é especialista em fazer de pessoas fracas em grandes vencedores da Fé.
Confesse a Jesus Cristo que Ele é o seu Senhor, que Ele é o dono de sua vida. Que sem Ele sua vida não tem sentido, diga o quanto o ama e quanto precisa Dele. Jesus não está bravo e nem de birra com você porque você pecou, ao contrário, Jesus está esperando você conversar com Ele. Ele sente falta de sua ovelha desgarrada. O Pai está com saudades esperando a volta do filho pródigo. Jesus espera por você!
Nunca se esqueça de que seus erros, seus enganos, não são maiores do que o perdão e o amor de Deus. Não existe circunstância ou situação que Deus não possa reverter. O profeta Isaias diz:

18  Vinde, pois, e arrazoemos, diz o SENHOR; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a lã (Is 1.18).

C – Não rejeites as oportunidades que Deus lhe oferece

As pessoas estão fragilizadas por um mundo doente, cheio de sujeira, onde o pecado domina e muitas vezes o cristão, devido a pressão das lutas, sofre uma queda em que muitas vezes não se pode levantar tão facilmente.
Jesus sabe que o homem é um ser que depende totalmente de Deus. Ele sabe que o homem não é nada, que é menos que o pó. Mas Jesus fala: creia em mim e tenha paz. Jesus sabe o que você esta passando, sabe que você tem grandes lutas, por isso não desista, pois você pode vencer. Não desista, pois Jesus te dará a vitória.
Lembram de Pedro? O que ele fez? Negou a Jesus por três vezes. O que fez Jesus? Foi em busca de Pedro, dando-lhe uma segunda chance. Lembram da história do filho prodigo? O que fez o pai? Recebeu o filho arrependido de volta com festa. O Deus de toda graça não desiste de você. Ele está te dando uma nova oportunidade, não a rejeite.
Talvez ninguém perdoe você pelo que fez. Talvez seus pais não, talvez sua esposa não, o marido também não. Talvez seu patrão jamais o fará. Talvez, humanamente falando, não haja perdão para o que você fez, mas se você se voltar para Deus como fez Manassés, o Senhor lhe ama, e ama muito e vai te perdoar como perdoou a Manassés, e vai te dar outra oportunidade para recomeçar como teve Manassés.
Talvez você ache que Deus se esqueceu de você, e está querendo desistir de tudo, debandar, deixar tudo para trás. Provavelmente achando que por causa de suas ações Deus jamais vai lhe perdoar e que não há mais esperanças para você. Se isso acontece hoje com você, seja qual for o motivo, lembre-se de Manassés, de como ele pisou na bola, mas se arrependeu e foi restaurado.
Hoje, Deus está de braços abertos esperando seu retorno, esperando seu arrependimento, esperando que você dê a Ele a oportunidade de demonstrar o quanto lhe ama, e passar uma borracha no seu passado.

Conclusão

Há momentos na vida difíceis de serem suportados, em que a única vontade que sentimos é de chorar, pois parecem arruinar para sempre a nossa vida. Quando um destes momentos chegarem lembre-se que ainda não chegou o fim, que a sua história ainda não acabou e que ainda há esperança. Corrie Ten Boom disse: "não há abismo tão profundo que o amor de Deus não seja ainda mais profundo".
Se Deus não desiste de você, se Deus lhe oferece o perdão, não perca a oportunidade de mudar de vida. Na vida muitas vezes as pessoas desistem delas mesmas cometendo suicídio, atirando-se ao mar, ou de um edifício, ou enforcando-se, ou com o disparo de uma arma ou tomando veneno. Desistem de lutar. Desistem de continuar. Desistem de buscarem uma nova oportunidade. Manassés teve outra oportunidade, teve um final abençoado e você também pode ter.
Deus quer mudar a sua história de vida, Deus quer intervir em sua jornada existencial dando-lhe outra oportunidade, dando-lhe um glorioso futuro. Não desista! Não retroceda! Não deixe de acreditar no amor que Deus tem por você!
Deus não desistiu de Pedro quando O negou. Não desistiu de Davi quando adulterou. Não desistiu de Jacó quando enganou. Não desistiu de seu povo quando se desviou. Não desistiu de Manassés apesar de todas as suas abominações. E não desistirá de você enquanto não terminar a obra que começou em ti, pois o que Deus começa, Ele termina! Que este Deus lhe abençoe! Amém!

Luiz Lobianco
luizlobianco@hotmail.com